Cultura

DIVERSÃO

APAE recebe nova etapa do projeto Ciranda Cultural

Os textos desenvolvidos pelos próprios alunos, após orientação nas oficinas, serão publicados em um e-book especial

Publicado em: 26/11/2021 por Rafael Pestana

Fundação Cultural de Imperatriz

APAE recebe nova etapa do projeto Ciranda Cultural

A iniciativa na APAE contou com uma série de atividades lúdicas e musicais, com apresentações da palhaça Jô Peteleco, da Turma da Mônica cover e do músico Tom Neves. (Foto: Assessoria)

Na manhã desta sexta-feira (26), a Prefeitura de Imperatriz deu sequência à programação do projeto Ciranda Cultural. Os assistidos pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) participaram de uma série de atividades lúdicas e musicais, com a palhaça Jô Peteleco, a Turma da Mônica cover e o músico Tom Neves. Além das atividades, a iniciativa realizada por intermédio da Fundação Cultural do município (FCI), também contou com oficinas de pintura e de produção textual.

O presidente da Fundação Cultural, Paulinho Lobão, ressalta que a continuação do projeto é fundamental no fomento à cultura. “É uma iniciativa ímpar que vem contemplando as crianças dos bairros de Imperatriz, que não tiveram a oportunidade de participar da primeira edição da ação, no dia das crianças, feriado de 12 de outubro”.

Ainda nessa semana, os estudantes da Escola Tocantins e os assistidos pela APAE também participaram de uma programação especial, onde puderam prestigiar uma sessão de cinema. A ação contou com o Trenzinho da Alegria que levou as crianças, com brincadeiras e músicas, até o cinema do Tocantins Shopping. Além das atividades lúdicas, cada criança recebeu um combo de pipoca e refrigerante.

“Nessa nova rodada da Ciranda Cultural, estamos levando arte e cultura para algumas escolas da rede municipal, contemplando assim as crianças para prestigiar uma divertida sessão de cinema, além de outras atividades lúdicas, envolvendo o circo e a literatura. É importante oferecer várias linguagens culturais, descentralizar nossas ações e incentivar outras manifestações artísticas. A Fundação Cultural tem o papel de fomentar várias frentes e claro, incluir as crianças e adolescentes em todo esse processo”, conclui Paulinho Lobão.

Sobre o projeto

A Ciranda Cultural tem o objetivo de fomentar e levar cultura para os alunos da rede municipal de ensino, com variadas linguagens artísticas, como artes cênicas e visuais, bem como o fortalecimento do incentivo à leitura com a literatura, declamação de poemas, contos e crônicas para os estudantes, além da contação de histórias. Na próxima etapa, serão escolhidos os melhores textos escritos pelos próprios alunos, após a orientação nas oficinas, que serão publicados em um e-book especial.

Cultura