Saúde

ATENÇÃO BÁSICA

Humanização hospitalar desafoga leitos de hospitais em Imperatriz

A Vantagem dos serviços é que os pacientes com atendimento domiciliar apresentam redução dos riscos de contaminação e infecção

Publicado em: 16/08/2019 por Kalyne Cunha

Secretaria de Saúde

Humanização hospitalar desafoga leitos de hospitais em Imperatriz

Focos estratégicos do Programa Melhor em Casa, é a desospitalização e um tratamento humanizado. (Foto: Patrícia Araújo)

Pacientes com internação prolongada e que apresentam um quadro estável com possibilidades de recuperação, mesmo que lenta, podem garantir o atendimento intensivo de saúde fora do hospital. Para isso, são acompanhados por uma Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar, EMAD, e da Equipe Multiprofissional de Apoio, EMAP, dos Serviços de Atenção Domiciliar, SAD, do Programa Melhor em Casa.

O secretário de Saúde do município, Alair Firmiano, defende a humanização dos serviços por meio do programa. "A saúde e a população ganham com a humanização dos serviços hospitalares, pois há a possibilidade de melhorar a rotatividade de leitos, o que reduz custos com longas internações e diminui os riscos de infecções hospitalares”, defende.

Com estrutura e assistência, sem os riscos potenciais de uma infecção hospitalar, os serviços do SAD objetivam proporcionar cuidados referentes às estruturas familiar e domiciliar, desafogar os serviços de urgência e emergência, melhorar a gestão dos leitos hospitalares e o uso dos recursos.

Para a coordenadora do SAD, Nilcelete dos Santos Vieira, um dos focos estratégicos do Programa Melhor em Casa, “é a desospitalização e um tratamento humanizado para o paciente com uma equipe de profissionais. Tentamos levar saúde e conforto em domicilio, além de abrir vagas nos hospitais para quadros clínicos mais complexos, o que é bom para o paciente e bom pra rede”, esclarece.

A dona de casa, Maria do Amparo Araújo, teve que pedir os serviços do SAD após sua mãe sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). “Encaminharam a minha mãe ao hospital municipal, lá a assiste social me indicou o SAD”.

Sobre os serviços realizados pela equipe, a dona de casa diz que a periodicidade era de, “três vezes na semana eles vinham medicar a minha mãe. Inicialmente o quadro era delicado e o acompanhamento era feito por um médico, enfermeira, nutricionista e um fisioterapeuta”.

A composição da Equipe Multiprofissional de Apoio é composta pelos seguintes profissionais: enfermeiro, assistente social, nutricionista, farmacêutico divididas estrategicamente em duas equipes. As visitas são realizadas no período de 8 às 19h, todos os dias da semana, incluindo feriados.

Benefícios do Melhor em Casa

- Melhorar e ampliar a assistência no SUS a pacientes com agravos de saúde, que possam receber atendimento humanizado em casa;

- Proporciona bem estar ao paciente aliado a carinho e atenção familiar, que de acordo com estudos na área, são elementos importantes para a recuperação de doenças;

Pacientes submetidos a cirurgias e que necessitam de recuperação, quando atendidos em casa apresentam redução dos riscos de contaminação e infecção;

- Auxilia a desocupação de leitos hospitalares, proporcionando melhorias no atendimento e regulação dos serviços de urgência dos hospitais.


 

Saúde

Apaixone-se por Imperatriz