Notícias

Saúde

Cirurgias para correção de fissura labial são realizadas pela Prefeitura

Município oferece suporte para quem necessita do atendimento

Publicado em: 18/05/2017

Saúde

Cirurgias para correção de fissura labial são realizadas pela Prefeitura

O programa representa um avanço para Imperatriz e região, por dar oportunidade às crianças com lábio leporino resolverem o problema sem precisar sair da cidade

            Único do Maranhão, o Centrinho é um programa desenvolvido em parceria entre a Prefeitura Municipal, a Dvry Facimp e a ONG Smile Train, que realiza cirurgia de fissuras labiopalatina, conhecida como “beiço rachado”. Os procedimentos, que antes só podiam ser feitos em São Paulo, são realizados no Hospital Santa Mônica, através de convênio com o município. Só este ano, já foram realizadas 45 intervenções cirúrgicas e aproximadamente 400 pessoas estão sendo acompanhadas.

            De acordo com o coordenador do Centrinho, Rauricio Vital, “esteticamente a cirurgia é o grande diferencial na vida dessas pessoas e todo o acompanhamento necessário para a recuperação completa do paciente nós oferecemos aqui”. Segundo ele, após a cirurgia o atendimento tem a supervisão de fonoaudiólogo, nutricionista, ortodontista, psicólogo e assistente social. “Sem a parceria da Secretaria de Saúde do Município, não teríamos como realizar estes procedimentos e nem ampliar os serviços”, destacou.

            Com o convênio, o município mantém os profissionais, custeia as cirurgias e despesas hospitalares; enquanto a Dvry Facimp oferece as instalações para o Centrinho e auxilia no tratamento com atendimento ambulatorial (realização de limpeza, obturações e demandas pré e pós-cirúrgica); a instituição americana Smile Train disponibiliza capacitações e treinamentos para os funcionários.

            O prefeito Assis Ramos ressalta que o programa representa um avanço para Imperatriz e região, por dar oportunidade às crianças com lábio leporino resolverem o problema sem precisar sair da cidade. “Antes era preciso se deslocar até Bauru, em São Paulo, para fazer as cirurgias, mas agora elas têm a oportunidade de fazer todo o tratamento aqui mesmo, e o Município, como não poderia deixar de ser, continuará dando apoio no que for preciso para o funcionamento desse serviço”, assegurou.

            Para ter acesso ao tratamento, os interessados devem procurar o Centrinho, no Hospital Escola da Dvry Facimp, localizado na Rua São João, esquina com Piauí, no Bairro Nova Imperatriz.

Incidência de Fissura Labiopalatina

A estimativa no Brasil é que a cada 650 nascimentos, uma criança nasce com fissura labial. Baseando-se nesses dados, Imperatriz tem uma estimativa de aproximadamente 350 pacientes com lábio leporino. Atualmente tem 400 cadastrados no Centrinho, em que 120 são de Imperatriz e 80 de cidades circunvizinhas.

Saúde

Apaixone-se por Imperatriz